Blog Casa Assombra

Apenas 1 e-mail mensal com notícias sobrenaturais.

Não enviamos spam. Apenas 1 e-mail por mês.

Oficial militar aposentado atirou em um alienígena em 1978

Oficial militar aposentado atirou em um alienígena em 1978

Em um novo livro intitulado “Strange Craft: A Verdadeira História da Vida de um Oficial de Inteligência da Força Aérea com OVNIs”, um major aposentado da Força Aérea contou sua história contando o dia em que um alienígena havia sido baleado na Base Conjunta McGuire-Dix-Lakehurst, em Burlington County, Nova Jersey.

O major da Força Aérea George Filer III, agora com 84 anos, lembrou o evento que ocorreu nas primeiras horas da manhã de 18 de janeiro de 1978. Ele alegou que estava presente na base mais tarde naquela manhã e que até escreveu uma carta memorando secreto. Enquanto ele realmente não viu o alienígena falecido, ele é inflexível quanto à história ser completamente verdadeira.


De acordo com Filer, um soldado que estava dirigindo pelo deserto em um caminhão da polícia notou uma aeronave voando perto da base por volta das 2 horas da manhã. Depois de perseguir a nave desconhecida por aproximadamente uma hora, o soldado notou que o OVNI de forma oval que irradiava uma cor azul esverdeado pairava logo acima de seu caminhão. Nesse ponto, a “criatura” revelou-se ao soldado caminhando em direção a ele das sombras e permanecendo diretamente nos faróis do caminhão. Foi quando o oficial sacou sua pistola calibre 45, disse ao ser para não se mexer e, em seguida, disparou cinco tiros contra o alienígena, matando-o com tiros.

O alienígena foi descrito com cerca de 1 metro de altura e cor marrom-acinzentada com uma “cabeça gorda, braços longos e corpo esbelto”. Quando morreu, seu corpo exalava um cheiro horrível de amônia. Uma equipe de limpeza da Base da Força Aérea Wright-Patterson, em Ohio, voou para Nova Jersey mais tarde naquela mesma manhã para levar o corpo do alienígena de volta à sua base.


Quando Filer chegou à base antes do turno das 8 horas da manhã, ele discutiu os eventos com um sargento mestre que disse a ele: “Um alienígena foi baleado em Fort Dix e o encontrou no final de nossa pista (McGuire AFB). Quando Filer perguntou a ele se era um alienígena de outro país, ele respondeu: “Não, era do espaço sideral, um alienígena do espaço”, acrescentando: “Existem OVNIs zumbindo no padrão como loucos”.

A Força Aérea acabou classificando os eventos daquela manhã como extremamente secretos e ninguém teve permissão para discutir o que aconteceu. Filer, no entanto, falou várias vezes sobre o incidente e agora um novo livro tem todos os detalhes sobre o que aconteceu nas primeiras horas da manhã de 18 de janeiro de 1978. Então, a Força Aérea finalmente admitirá que um alienígena foi de fato baleado na base deles? 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares